Publicado em Amor, música, Sem categoria

Eu sei, eu posso sentir.

“Qualquer dia
Qualquer hora
Tempo e dimensão
O futuro foi agora
Tudo é invenção…

Ninguém vai
Saber de nada
E eu sei
Pelo sentimento
Pelo envolvimento
Pelo coração…

Eu sei!
Pela madrugada
Pela emboscada
Pela contramão…”

Aquele dia que acontece uma energia e que você não consegue explicar com palavras, você sentiu! E você sabe que existem mais coisas do que os olhos podem ver. Seu coração sente que não é por acaso, ou na verdade é tudo por acaso… vai entender.

Pura intuição é o que explica quando você sabe que tem alguém do seu lado que você tem certeza que te conhece a muito tempo e que você conhece muito bem mas que, na verdade, você acabou de conhecer e que, tem tanto em comum que fica até difícil explicar como vocês nunca se viram na vida.

Que delícia quando isso acontece de verdade, de coração! É muito bom um amor espontâneo! E sabe de uma, eu ando querendo é mais viver pelo sentimento! Me entregar ao acaso, que nem é acaso mesmo, sabe porque? Porque era mesmo pra gente se encontrar começar a nossa parceria pelos caminhos da vida. Lenine que o diga…

Um grande beijo no seu coração!

 

 

Publicado em Feminismo, Machismo, Política

Depressão…

A depressão é uma doença que acomete muitas pessoas nos dias de hoje. Segundo reportagem que li na folha de são Paulo, é a doença mais incapacitante que existe, pois não permite que a pessoa que sofre dela consiga reagir, trabalhar…

Fiz muito tempo de terapia, mudei de terapeuta muitas vezes… Não quero mais mudar, estou parada na terapia por uma questão que vai além das minhas escolhas, mas espero agora em agosto ou setembro retorna à minha terapia com urgência. Terapia é essencial para todos, com ou sem depressão diagnosticada.

Porque estou falando nisso? Porque estava lendo que existem muito mais mulheres em depressão do que homens, coisa de 88% das mulheres e 12% dos homens, esses dados não podem ser coincidência. As mulheres sofrem muito mais pressão do que qualquer homem. Cuidar da casa, da família, trabalhar. Cuidar de si, da aparência! Estar sempre linda, não se permitir errar, não se permitir… Somos constantemente vítimas do gaslighting o tempo todo, feito principalmente por aqueles que amamos, nossos pais, maridos, irmãos…

Como ser mulher é um desafio constante, muito mais sofrido do que ser homem. Nós sofremos com esses esteriótipos e dogmas sociais que nos exigem hábitos e ações que não nos pertence. Os problemas que passamos não podem ser amenizados porque vivemos em uma sociedade machista que não entende nossa condição. E assim deprimimos, e assim somos o tempo todo vítimas desse mal, que temos que esconder para provar que somos fortes e podemos dar conta de enfrentar a vida que escolhemos ter quando quisemos ter os mesmos direitos que os homens. Vejo minhas amigas sofrerem com isso, eu também sofro muito! Mas não podemos falar sobre, demonstrar fraqueza, dizer que não estamos em e que precisamo de ajuda. Além de doloroso é altamente injusto.

Esse blog não é para ser bunitinhu, com versinhos e amores, não! É para que eu escreva as coisas que estão me angustiando, e eu me sinto assim quando penso que, nem mesmo em 2016 eu tenho o direito de ser mulher, de viver em paz, de trabalhar para pagar minhas contas sem ter que responder as cobranças que a sociedade quer me impor. Tô cansada. Para esse raciocínio a culpa é de Amy, estou chocada com a história dela.

13717400_1129189107155076_6998471780693828857_o

 

Estou chocada! Fui e sou violentada cotidianamente! Mas vou continuar lutando com todas as minhas forças para conseguir superar os traumas que me impuseram, me empoderar e ser cada dia mais livre. Não quero morrer como Amy, que foi explorada até a ultima gota de sangue e não conseguiu ter forças para sair dessa roda vida… As vezes tenho medo de não conseguir também!

Que Nossa Senhora, que é mulher como nós e sentiu na pele tudo isso, tenha piedade de nós!

Bom hoje para você, se é que é possível ter um bom hoje depois de sentir tudo isso…

Publicado em Sem categoria

Como dois e dois são cinco.

“Quando você
Me ouvir chorar
Tente não cante
Não conte comigo
Falo, não calo, não falo
Deixo sangrar
Algumas lágrimas bastam
Prá consolar…”

Eita hoje difícil esse. Muitas lágrimas que teimam em rolar no meu rosto… E agora, por favor, não conte comigo, nesse momento eu quero apenas me consolar com essas lágrimas, com esse choro que me angustia, me deixa muitas vezes sem esperança para continuar a caminhar.

E com todas as dores, tanto conflito a nossa volta o que fazer? Continuar acreditando, é sério, acredite! Tudo vai melhorar!

“Meu amor!
Tudo em volta está deserto
Tudo certo
Tudo certo como
Dois e dois são cinco”

A gente pode encarar tudo da forma que em convenhamos, vamos nos libertar das nossas convenções? Porque dois e dois tem que ser quatro? Pra eu ficar bem dois e dois são cinco e eu vou fazer todo o esforço do mundo para ter plena certeza de que isso é o mais certo a fazer.

Caetano na década de 70 já sabia todos os mistérios do coração!

Ótimo hoje para você! Está tudo certo como dois e dois são cinco.

donald_face_piscando

Publicado em Sem categoria

Meu lado Winehouse…

 

Bom hoje para vc que lê esse post. Ontem fez 5 nos que Amy nos deixou e foi para outro plano, e isso me deixou angustiada demais, porque eu fui inventar de assistir um documentário sobre a vida dela e me choquei com a vida desta menina. Ela se deixou levar pelas seduções das drogas e de um amor por dois homens egoístas: o Blake, seu namorado/marido e seu pai, um egoísta que aparentemente estava apenas preocupado mais com o dinheiro que a sua filha iria ganhar com seu talento do que com o bem estar da mesma.

Essa é minha música favorita, Wake up Alone ou, em português, Acordar sozinho. Onde ela fala da dor de perder o tal Blake, seu disco chamou Back to Blake, tudo que ela queria, e conseguiu depois de ganhar muito dinheiro. Isso que também a fez pagar com a própria vida. Quantas pessoas desconfiguram o amor apenas pela ansiedade de não estarem sozinhos, jogamos nossos sonhos e frustrações em cima do outro como se alguém fosse capaz de resolver nossos problemas pessoais além de nós mesmos… Mas afinal o que é o amor?

Se eu tivesse realmente essa resposta eu não estaria aqui né? Eu posso não saber o que é, mas sei bem o que não é. O amor não é querer ter a pessoa apenas para sí ignorando que o outro é um ser independente de mim, amor não é algo que nos destrói, que nos faz mal e que não nos permite sermos nós mesmo! Aquilo que nos faz mal nunca será amor! Com Amy e Blake, o incentivo mútuo ao uso de drogas, a interdependência que existia entre eles parece que não foi benéfico a nenhum dos dois…

O amor quer bem, apenas o bem, o amor deixa a pessoa ser o que ela quiser, sendo feliz ela estando com quem estiver, contanto que ela esteja bem. Amor não cria dependência nenhuma, cada um é seu apenas, dono de si e das suas vontades. Equilibrando o seu eu com o mundo a sua volta, uma busca incessante pelo convívio amoroso e fraterno sempre!

O amor maior, mas verdadeiro de todos é aquele que temos por nossos irmãos, quando percebemos que aqueles que amamos são nossos parceiros de caminhada, sejam eles amigos, “namorados(as)”, filhos, pais, mães… Que crescemos com eles e que eles crescem conosco, que aprendemos mutuamente e que nos ajudamos em nossa caminhada. Isso é amor! Viva e deixe o outro viver em paz. Ando me esforçado tanto para amar a todos! Muito mais do que eu deveria amar, não amar somente o que a sociedade e suas convenções esperam que eu ame! Eu amo meus irmãos!!! E isso tem me deixado muito feliz! Principalmente porque tudo que damos recebemos em troca, e eu tenho recebido muito amor por onde tenho andado, isso me faz feliz!

Amy, onde você estiver eu espero, do fundo do meu coração , que você possa estar aprendendo para não vir a continuar com a mesma vibração que se deixou levar nessa vida, a vida é tão surpreendente que colocou nela um talento inexplicável e uma fraqueza tamanha, tão grande que ela se deixou arrastar por algo que acreditava ser amor, e que na verdade nunca foi porque o amor nunca nos machuca ou tira o nosso brilho pessoal. Nunca tira nossa alegria de viver!

E o que eu tenho de Winehouse? A vontade de externalizar minhas emoções mais profundas, a sensibilidade que ela mostra em cada nota na sua voz! Seu talento era esse, poder sensibilizar os outros através da sua dor, ou do que ela acreditava ser o amor! Um dia quero conseguir ter 1/10 do poder que Amy tinha com a sua voz e seu talento para compor! Ter talento para que aquele que lê esse post possa se identificar, se arrepiar e se emocionar com uma frase ou palavra que eu tenha escrito! Tanto quanto eu muitas vezes me emociono ao escrever essas mal traçadas linhas…

Até mais e um ótimo hoje para você!http---www.recadoseglitters.com-recados-orkut-beijos-orkut_1865

Publicado em Sem categoria

Desinspirando….

O que seria desinspirar? Perder a inspiração??

Tem dias que não escrevo aqui, as palavras fugiram da minha boca e eu não sei mais o que escrever, nem que música ouvir, nem que palavras dizer. Parece que existe agora um oco no meu peito que nada mais consegue preencher. Até minha ânsia de ir sonhar com o amor, esfriou. Continuo na minha busca de amar meu próximo, mas sem aquela vontade extraordinária de antes. O que houve?

Dia do amigo chegando e em um dia do amigo, por volta de 1996 eu ganhei o cd da Marina Lima e fiquei fã. A letra dessa música me dá a sensação de esperar, e eu estou esperando:

“Eu espero
Acontecimentos
Só que quando anoitece
É festa no outro apartamento”

Né? Tudo acontecendo lá fora e eu aqui, esperando acontecimentos que eu não sei quais são, e quer saber? Nem quero saber! Aconteça  o que acontecer eu agradecerei e irei seguir em frente!

Hoje é isso, sem muita inspiração para escrever!

Bom hoje para vc que lê! Beijos

Publicado em Educação, Internet, Política

Procurando nexos no ciberespaço…

Olhe para o seu lado, olhe!!! O que vc vê? Uma televisão, um computador, um smartfone e talvez algum familiar que nem te agrada conversar. Conversar é no whatszap, ou no facebook com pessoas que muitas vezes nem são seus amigos, que pouco estão se importando com seu bem estar mas que você gasta muitas horas do seu dia só para tentar fugir da realidade que se encontra falando inutilidades com elas. Escrever isso me dá vontade de chorar. Qual o fascínio que as redes sociais exercem hoje nas pessoas? Isso é de tal forma que dedicamos um longo tempo dos nosso dias a isso, sem perceber que estamos perdendo o que há de mais lindo, nossas relações pessoais olho no olho.
Sempre que vou a algum bar ou restaurante vejo um casal onde pouco se olham, e ficam vidrados no smartfone, quando há interação é um mostrando algo ao outro que aconteceu na tela do celular, e o papo bom? Aquela conversa gostosa? Onde foi parar?
As pessoas a  minha volta estão assim, mas eu não me dou por vencida. Disse ontem a uma amiga, eu não vou desistir. Quando estava em depressão a coisa que eu mais queria era receber uma ligação, uma mensagem, uma visita, qualquer coisa que me desse uma prova de que eu tinha amigos, mas onde eles estavam? Ocupados demais com a vida de contas e empregos e não tinham tempo para ajudar alguém.
Via todos com muita frequência no facebook, todos muito felizes!!! E eu infeliz. Que loucura isso, essa ditadura de felicidade que existe nas redes sociais, e todo mundo acredita que para ser feliz preciso ir ao show mais caro, ao bar mais badalado, e ter muitos amigos nas redes sociais. Não suporto mais facebook, não aguento mais essa ditadura que agora também domina a opinião pública criando uma multidão de alienados, que se empoderam apenas por “moda” e que esquecem a importância da história como argumento de interação social verdadeira e de atuação social digna.
Vamos tentar fazer diferente? será que podemos? Sim, basta estudar mais as coisas dos livros e não somente o que vem ao nosso conhecimento através das redes sociais, basta valorizar os encontros com o olho no olho, as pessoas e não apenas fazer festas de família para ostentar fotos sorridentes do instagram. Bater papo com minha família, saber da minha história, daquilo que me fez historicamente, que ajuda na minha formação, que conta a história da minha essência, e não somente ler frasezinhas no facebook com falas de Chico Xavier e Dalai Lama mas não agir de forma solidária nem como o cachorro que vive na sua rua.
E que sigam esses ensinamentos os que se acham aptos a encarar que, como todos os momentos da história do ser humano esse também irá passar, e assim, uma hora as redes sociais não estarão mais em evidência e toda uma geração poderá ter perdido anos de conhecimento e de relações pessoais que não voltaram mais.
Me conte, e vc? Vai continuar perdendo seu tempo?
Beijos
k15690019
Publicado em Amor, Sem categoria

Eu vi um avião…

5ad9801c4b4592a5b4fe95cebab79fc8

O avião é um meio de transporte muito lembrado em canções e poesias. Com finalidades diferentes, mas, eu como uma romântica inveterada vou ter que citar músicas que falam de amor, as minhas preferidas. Sou uma dos últimos românticos como diz Lulu Santos, as vezes acho que sou a última de uma geração que ainda acredita que pode acontecer algo de bom por aí. Os dias andam tão cruéis, e as forças faltam…

“No dia em que fui mais feliz
Eu vi um avião
Se espelhar no seu olhar até sumir
De lá pra cá não sei
Caminho ao longo do canal
Faço longas cartas pra ninguém
E o inverno no Leblon é quase glacial”

Essa é uma das canções mais fortes que eu conheço, com um significado extraordinário, olha o avião mostrando a dessensibilização quando vemos o avião indo embora e continuamos seguindo, sem orientação e sentindo frio onde só existe calor! O que impede de ver que o Leblon é super quente e que esse frio não tem explicação? Nós nos sentimos dopados:

“Algo que jamais se esclareceu
Onde foi exatamente que larguei
Naquele dia mesmo
O leão que sempre cavalguei”

E perdemos nossas forças… E não conseguimos mais acreditar que podemos ser fortes! No tarot tem a carta Força. O arcano 11, ele é super interessante pois a figura da carta A Força nos mostra uma mulher abrindo as mandíbulas de um leão com as duas mãos, existem diversos tipos de tarot mas todos trazem a imagem de um humano conseguindo domar o leão com a força do pensamento, do amor! Onde deixamos o nosso leão? Porque já não temos mais força e coragem para amar como deveríamos, para amar simplesmente.

a-força-analise-da-carta

Precisamos com toda a nossa coragem trazer vida novamente ao nosso leão interior, e jogar forte, amar com coragem! Seja o amor nos relacionamentos amorosos, seja o amor ao nosso irmão, nosso próximo! Não conseguimos mais confiar, se eu der meu coração e alguém levar ele embora? Como irei sobreviver? Ora, não dê seu coração, divida, porque se levarem ainda fica algo com você, e o que ficar fará você poder amar novamente! Acho que o coração emocional é como o fígado, se tiver só um pedacinho funcionando ele se reconstitui e cresce de novo, voltando a funcionar! kkkkkkk Que legal né?

Amo Adriana Calcanhoto e seu inverno! Parece tanto comigo, fazer esse blog é “fazer longas cartas para ninguém…” Viver meus dias atualmente são:

“No deserto sem saudade, sem remorso só
Sem amarras, barco embriagado ao mar”

Mas eu não me rendo não!!! Vou trazer meu leão de volta e conseguir dominar ele com a coragem que eu sempre tive!!! Muitas vezes o pessimismo realmente toma conta, mas o avião não será mais visto em outros olhos, e sim como força dentro de mim!! Não vou mais ser avião de ninguém quero ser livre para seguir meu caminho! Em paz! Ter coragem para caminha sabendo onde preciso chegar

“Pode quebrar, sofrer, cair, descer, contorcer de dor
Não vou mais me prender a você
Fazer o mesmo show
Vou bater na porta da vida, receber e pagar
Sem ter que me entregar a ninguém.
Seu muito pra mim é pouco
Eu quero a paz e viver solto
Vai dizer que sou outro… sou não!
Eu me cansei de ser seu avião
Não vou voar, não dessa vez!”

Djavan é mais otimista que Adriana Calcanhoto, rsrs, mas ninguém supera Lulu Santos em tempos modernos, eu sei, o mundo está uma loucura, ninguém mais confia em ninguém, muita falta de amor mas porque não acreditar que pode melhorar? Eu quero me doar até ter certeza que de essa doação fez a diferença para alguém, gritar bem alto que eu acredito, e eu realmente acredito na vida, no amor e na força desses sentimentos.

“Hoje o tempo voa, amor
Escorre pelas mãos
Mesmo sem se sentir
Não há tempo que volte, amor
Vamos viver tudo que há pra viver
Vamos nos permitir….”

Vamos nos permitir???? Amar tudo e a todos a nossa volta?? Crer no amor, um novo começo de era, com gente fina, elegante e sincera?? EU REALMENTE ACREDITO!!

Ouça música, deixe a arte te inspirar profundamente, crie a coragem necessária para não deixar o seu leão ir embora, seja gente fina, elegante e sincera pra atrair gente assim para perto de você! Eu acredito!!

Ótima vida toda pra você que chegou até aqui!

Te amo tá? beijos

cropped-img_20160306_1154033551.jpg

 

Publicado em Amor, Sexo, Vida

Entre músicas e poesias…

 

Olá!!!

Como amar e não se sentir envolvida nas palavras que vem das músicas, das poesias! Como se expressar de forma poética sem ser através da arte? Para mim que não tenho esse talento de criar poesias e músicas é tão dificil, eu escrevo, amo escrever, e por isso amo ler né? Mas escrevo bobagens e não poesias.

Tem coisa melhor do que ler? Mas eu também ando longe dos livros, essa bendita internet é fogo! Me faz ler por aqui mesmo… Até os romances tenho lido em PDF ou EPUB, rsrsr. Mas não é por isso que deixei de ler. Meu irmão é escritor, poeta para ser mais exato, e eu cresci entre livros, leituras e poemas. Isso me deu um amor pela leitura/escrita que é algo entorpecedor! Entorpece, mas de prazer.

“Escrever é procurar entender, é procurar reproduzir o irreproduzível, é sentir até o último fim o sentimento que permaneceria apenas vago e sufocador. Escrever é também abençoar uma vida que não foi abençoada.” Clarice Lispector

Essa mulher é uma diva das palavras! Sempre que quero algo forte procuro algo dela, porque Lispector é um vulcão em erupção! Pronta a explodir dogmas e conceitos estabelecidos socialmente. Desse quando comecei a escrever esse blog estou me sentindo abençoada, por consegui colocar através das palavras o que sinto e por pensar que alguém que ler isso pode estar gostando, se sentindo bem com o que escrevo, se identificando. As palavras estão surgindo, e eu feliz! Quando leio tudo choro muito, porque cada post foi movido por uma emoção maior, nada escrito aqui é inventado, é tudo que eu sinto no momento que escrevo, apenas palavras e sensações! Palavras que surgem movidas por outras palavras e músicas! Na música existem muitas palavras maravilhosas assim:

“Benditas as coisas que não sei
os lugares onde não fui
os gostos que não provei
meus verdes ainda não maduros
os espaços que ainda procuro
nos amores que nunca encontrei
benditas as coisas que não sejam benditas”

Zélia Duncan e Martnália cantam brilhantemente essa letra que fala muito de mim hoje, atrás de abençoar tudo que não sei, porque quem sou eu para saber tudo nessa vida. Bendito seja esse blog que surgiu para mim meio sem explicação, bendita as palavras que aqui são escritas e as pessoas que veem aqui me ler! Bendito tudo que não conheço e que aprendo todos os dias aqui, com essa escrita despretensiosa e com as pessoas que cruzam meu caminho! Obrigado!

“a vida é curta mas enquanto durar
posso durante um minuto ou mais
te beijar pra sempre
o amor não mente,
não mente jamais
e desconhece
no relógio o velho futuro
o tempo escorre num piscar de olhos
e dura muito além
dos nossos sonhos mais puros

Bom é não saber

o quanto a vida dura
ou se estarei aqui
na primavera futura
posso brincar de eternidade agora
sem culpa/nenhuma”

E vou ficando por aqui hoje, vivendo como se não houvesse amanha, ou como se sempre o hoje fosse durar eternamente, cantando, lendo e lembrando demais de uma pessoa que tem me feito sorrir com presentes musicais e que está, mesmo sem querer, me trazendo ânimos para continuar minha caminhada diária ainda mais musical e sorridente que sempre!

Bom hoje e um amanhã muito mais lindo!

Beijos

IMG_20160703_172007

Publicado em Amor, sociedade, Vida

Nem tudo…

“Sou entre flor e nuvem,
estrela e mar. Por que
havemos de ser unicamente
humanos, limitados em chorar?
Não encontro caminhos fáceis
de andar. Meu rosto vário
desorienta as firmes pedras
que não sabem de água e de ar.”
(Cecília Meireles)
Bom hoje! Acordei, e agora? O que fazer para apaziguar esse turbilhão que vive no meu peito…
Ando angustiada com o pensamento que não me deixa um só instante: Como gerenciar a vida? Como viver entre emprego, trabalho e prazer e conseguir sair ilesa, sem ferimentos dessa guerra louca! Você não entendeu? Me acompanhe.
Porque devemos ser unicamente humanos, e não perceber que existem mais coisas em jogo do que o nosso cotidiano material, cheio de disputas de dinheiro e de poder? Ando meio cansada disso tudo, cansada de priorizarem apenas os empregos e esquecerem a essência do trabalho e o prazer de viver. Mas existe diferença entre trabalho e emprego? Claro que existe.
Emprego é um trabalho institucionalizado onde ganhamos um valor em dinheiro que é atribuído ao nosso trabalho, nem sempre esse valor é justo, pois os que pagam o dinheiro, ou seja, o empregador, estão sempre preocupado com os seu ganho individual e por isso, muitas vezes desvalorizam o esforço do trabalhador em detrimento do seu lucro.
E o trabalho, o que é afinal? “Trabalho é um conjunto de atividades realizadas, é o esforço feito por indivíduos, com o objetivo de atingir uma meta.” *Adorei essa definição. O trabalho pode ser feito apenas com um fim de ajudar alguém! Meta: ajudar o próximo! Isso é um trabalho. Há outros como limpar a casa, é um trabalho que possui uma meta de organizar o lugar onde a família vive!
Trabalho e emprego são bem distintos. Mas esquecemos de trabalhar por causa da exigências que o nosso emprego nos impõe, não só ele, a sociedade como um todo. Como lembrar de dar bom dia se acordei atrasado e corro para chegar ao emprego num determinado horário? Como agir delicadamente quando tem várias contas, referentes a produtos essenciais a nossa subsistência como água, luz e atualmente a internet, vencendo e eu ainda não recebi o salário atribuído ao meu trabalho?? Como amar meu trabalho se sou mal remunerada por ele? Como fazer trabalhos além do que o que meu emprego exige se estou sempre exausto por causa de uma baixa remuneração e muitas coisas à pagar?
Nessa loucura não sobra tempo para o amor e para o prazer. Não tenho ânimo para amar meu trabalho, não vale a pena. Não posso realizar trabalhos por amor, não tenho tempo nem entusiasmo. Não posso viver um amor, é mais importante exercer as funções do meu emprego pois sem ele não pago minhas contas e amor eu acho em qualquer esquina, será mesmo? Eu tenho certeza que não.
E o prazer? Segundo o Dicionário Online de Português **s.m. Sensação que, normalmente relacionada à satisfação de um desejo, vontade e/ou necessidade, causa contentamento ou alegria; júbilo. Que delícia!!! Júbilo! Ter prazer em viver, fazer coisas com prazer, sentir prazer até nas coisas que são obrigatórias de fazer, como ir ao emprego. Eu valorizo demais o meu prazer, quero sentir prazer em tudo! Absolutamente tudo que eu faço! Prazer em ler, em estudar, em trabalhar, em sair com meus amigos, prazer em amar!
Uma amiga, que já falei dela aqui, diz que quando vamos ficando velhos perdemos a nossa capacidade de aceitar tudo. Agora só vou pra onde eu quero, fazer o que eu quero! Não perco mais meu tempo indo para lugares chatos, com pessoas que não gosto, prefiro ficar em casa curtindo meu ócio, bem criativo por sinal, hahaha.
A única coisa que ainda me faz sair sem querer é o emprego, incrível como na sociedade atual ficamos reféns do dinheiro… Vou trabalhar sem querer,mas preciso trabalhar. Amo o que faço, mas as relações empregatícias na contemporaneidade estão terríveis demais! Acabam com meu prazer no trabalho…
Falando tudo isso para quê? Para pensar EU SOU BEM MAIOR DO QUE ISSO!! E sou mesmo! Acredito nisso, que sou maior do que qualquer relação que a sociedade queira me impor, não vou permitir que essa loucura tire o meu prazer de viver, de trabalhar, meu prazer de ter prazer, mesmo percebendo que as pessoas ao meu redor tem medo de se entregar ao prazer que aparece.
Nos enganamos tão fácil porque vivemos enroladas nessa loucura entre prazer e obrigações que qualquer coisa que brilha pode nos iludir! A vontade de sentir prazer é latente no humano, mas são tantos poréns… Em quem confiar? O que escolher? Eita carência danada que a gente sente.
“Nem tudo que ilude mente
Nem tudo que é gostoso tá quente”
Apenas confie! Viva! Esqueça essas limitações que existem aqui nesse mundo, deixe seu corpo, sua alma ir, porque o que tiver que ser será e pode ter certeza que “nem tudo que acaba aqui deixa de ser infinito…”
Essa frase tem sido latente nos meus dias a algum tempo, não é a toa que tenho ela tatuada. Vamos seguindo em frente, sem medo, porque a maior parte das coisas que acontecem vai além do que podemos ver, acredite.
Beijos e ótimo hoje, e um amanhã melhor ainda!
PS: meu pôr do sol favorito! Mercado do Peixe, rio vermelho, salvador, BahiaIMG_20160703_190714
**http://www.dicio.com.br/prazer/
Publicado em Sem categoria

Sinto e Canto!

Eu não quero nem saber

O que me espera
Eu acelero
Tomo um gole do que eu não conheço
E meu primeiro porre
Será um mistério imenso
Eu vim do avesso
Reverso do que era aceito
Ninguém sabe tudo
Nada é perfeito
Eu escuto fora
Com o ouvido de dentro
Eu me alimento
Do meu silêncio
E canto
Porque sinto um encanto
Sinto e canto”
Como explicar o que eu sinto agora e que o principal sentimento disso tudo é o medo. Eu nunca imaginei que sentiria medo do amor. Já faz tanto tempo que eu não sinto amor da forma que eu estou sentindo agora que a única coisa que me assola é o medo e não ter capacidade de te amar como um dia eu já amei alguém nessa vida. Amei alguém que não quis meu amor e me fez perder um tanto de como amar alguém.
Estou pensando se há coisas que já me endureceram de tal forma que eu não consigo amar novamente. Esse sentimento é algo tão grandioso, tamanho e que tanto me encanta. Eu sinto encanto! Eu sinto e canto.
A única coisa que eu ainda consigo fazer com emoção profunda é cantar! Ouvir as músicas que me fazem explodir por dentro de uma forma que eu não preciso enganar ninguém. Na verdade de forma à demostrar tudo sem me machucar com o não que vem de todas as direções, tudo me dizendo para não amar mais… e assim eu tento demonstrar através das letras e melodias das músicas todos os sentimentos que se passam no meu coração e todas as emoções que pulsam dentro de mim e que me fazem realmente acreditar que esse medo que eu sinto não é nada além de algo que não vai ter força suficiente quando o amor resolver mostrar a que veio.
E, quando eu tiver coragem de descobrir tudo que você adora, tudo o que te faz sorrir, e provocar todas essas coisas em todos os momentos apenas para retribuir toda essa explosão de sentimentos que você provoca em mim, pode ter certeza que eu vou sentir algo melhor do que amor. Vou sentir felicidade, aquela inexplicável mas que é impossível não se entregar. Felicidade só por fazer você sorrir!
Bom hoje! ouçam as músicas tá?
beijos
“Queria descobrir 
Em 24hs tudo que você adora
Tudo que te faz sorrir
E num fim de semana
Tudo que você mais ama
E no prazo de um mês
Tudo que você já fez
É tanta coisa que eu não sei
Não sei se eu saberia
Chegar até o final do dia sem você”
IMG_20160618_074131